Ciências & Histórias

terça-feira, junho 03, 2008

A Escola Jônica


A tradição grega registra Tales de Mileto como um dos Sete Sábios. Segundo Heródoto, Tales previu um eclipse do sol. Este dado permitiu que os astrônomos avaliassem em que período isso ocorreu, e por isso, atualmente se considera que ele viveu por volta de 585 a.C. (ano do eclipse).

Tale de Mileto é considerado o primeiro filósofo e, embora conheçamos muito pouco sobre ele e não subsista nenhum fragmento seu, foi desde a Antiguidade visto como o iniciador da visão do mundo e do estilo de pensamento que passamos a entender como filosofia. Duas características são fundamentais nesse sentido; em primeiro lugar, seu modo de explicar a realidade natural a partir dela mesma, sem nenhum referência ao sobrenatural ou ao misterioso, formulando a doutrina da água como elemento primordial, princípio explicativo de todo o processo natural; e em segundo lugar, o caráter crítico de sua doutrina, admitindo e talvez mesmo estimulando que seus discípulos desenvolvessem outros pontos de vista e adotassem outros princípios explicativos.

Na verdade, Tales de Mileto é considerado como um dos fundadores da corrente de pensamento da Escola Jônica, que se caracteriza sobretudo pelo interesse pela physis, pelas teorias sobre a natureza. Suas obras se perderam na Antiguidade, e só as conhecemos por meios indiretos. Em alguns casos, é possível até que não tenha havido obra escrita, já que a tradição filosófica grega em seus primórdios valorizava mais a linguagem falada do que a escrita.

0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]



<< Início